segunda-feira, 8 de julho de 2013

Anderson Silva brinca, e é nocauteado por Chris Weidman e perde o cinturão do UFC

O mundo do MMA estava com as atenções voltadas para Las Vegas. Mais precisamente, na luta principal do UFC 162, na madrugada deste domingo. Anderson Silva protagonizou o momento de maior surpresa da história da franquia, ao ser nocauteado por Chris Weidman a 1min18 do segundo round. Foi o primeiro revés do Spider na organização, que resultou na perda do título que estava em poder do brasileiro desde outubro de 2006.


Anderson Silva estava invicto no UFC, depois de 16 vitórias consecutivas. E o primeiro revés foi justamente na 11ª defesa da história da organização. O Spider, que vinha pulverizando todos os adversários pela frente, foi traído pela própria estratégia de desestabilizar o rival e acabou castigado com um cruzado de esquerda desferido pelo desafiante. Weidman,que vinha de nove triunfos seguidos na carreira, ampliou a marca positiva, sem sofrer derrotas no MMA, e de quebra tirou o título do brasileiro.



Depois da primeira e surpreendente derrota no UFC, Anderson Silva deixou transparecer que não vai querer a revanche contra Weidman. Ele despistou e disse que só pensa em descansar com a família. "Eu trabalhei forte para essa luta, respeito todos os fãs do UFC. Agradeço a todos, ao Chris Weidman, que foi o melhor e é o melhor, ele tem o meu respeito. Trabalhei duro, mas a minha vida muda agora, pois estou cansado e preciso descansar com a família. Eu tenho mais dez lutas por contrato, mas não luto mais pelo cinturão. Minha ideia é relaxar com a família. Agradeço aos EUA, moro aqui. Eu tentei, mas o Chris é o novo campeão e tem que ser respeitado", frisou.





Já o novo campeão era pura vibração depois de surpreender o mundo. "Eu me sinto incrível, imaginei isso acontecendo, mas ainda parece muito surreal. A única forma que poderia acontecer seria por conta de Deus. Obrigado ao Bruce Lee e às artes marciais mistas. Eu sabia que ele poderia fazer aquilo e consegui. Eu só tenho a pedir para respeitarem o Anderson. Mas eu quero a revanche, pois ele é um ídolo", afirmou.



A grande surpresa



Chris Weidman confirmou a expectativa de vários colegas de profissão, que o apontavam como adversário mais perigoso para Anderson Silva. Logo na primeira oportunidade, derrubou Spider e ficou na guarda do brasileiro. O norte-americano tentou encaixar uma chave de perna, mas o campeão girou bem e saiu da posição. A partir desse momento, Anderson mudou a postura e passou a brincar com o adversário no octógono. Apenas se esquivava e chamava o oponente para o combate.



No segundo round o panorama não mudou. Anderson continuou brincando no octógono, trabalhando para desestabilizar o adversário. Ele tentou um chute, defendido pelo adversário, que revidou com golpes. O Spider se esquivou, mas levou um cruzado de esquerdo e foi ao chão. Weidman foi para definir no ground and pound, conectou socos e o árbitro Herb Dean encerrou o combate a 1min18. Estava decretado o nocaute técnico para o novo campeão, diante de fãs incrédulos no MGM Grand Garden Arena.



Resultados do UFC 162



Card principal



Chris Weidman venceu Anderson Silva por nocaute técnico no segundo round

Frankie Edgar venceu Charles Do Bronx por decisão unânime dos juízes Tim Kennedy venceu Roger Gracie por decisão unânime dos juízes
Mark Muñoz venceu Tim Boetsch por decisão unânime dos juízes
Cub Swanson venceU Dennis Siver por nocaute técnico no terceiro round



Card preliminar



Andrew Craig venceu Chris Leben por decisão dividida dos juízes

Norman Parke venceu Kazuki Tokudome por decisão unânime dos juízes
Gabriel Napão venceu Dave Herman por nocaute técnico no primeiro round
Edson Barboza venceu Rafaello Trator por nocaute técnico no segundo round
Brian Melancon venceu Seth Baczynski por nocaute no primeiro round
Mike Pierce venceu David Mitchell por nocaute técnico no segundo round


Fonte : O Imparcial